Ferreira Gullar

Poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta brasileiro e um dos fundadores do Neoconcretismo.

Em 2002, foi indicado por nove professores dos Estados Unidos, do Brasil e de Portugal para o Prêmio Nobel de Literatura. Recebeu em 2005 o Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras (ABL) pelo conjunto de sua obra. Em 2007, seu livro Resmungos (Imesp, 2006) ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de ficção do ano. Foi agraciado com o Prêmio Camões 2010 e, no mesmo ano, foi contemplado com o título de Doutor Honoris Causa na Faculdade de Letras da UFRJ. Em 2011, foi agraciado com o Prêmio Jabuti de Poesia.

É autor de diversos livros de poesia, como A luta corporal, e de crítica de arte, com destaque para Argumentação contra a morte da arte e Relâmpagos, que reúne textos sobre artistas como Michelangelo, Picasso, Calder e Iberê Camargo. Escreveu o Manifesto Neoconcreto e presidiu a Fundação Nacional de Arte (Funarte).

Cursos já ministrados com Ferreira Gullar


Voltar


Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO