Ana Maria Bahiana

Jornalista e escritora, com uma carreira que cobre três décadas de reportagem e comentário de cultura no Brasil e no exterior, em imprensa, rádio, televisão e internet. Ana Maria escreveu para, entre outros, Jornal do Brasil, O Globo, Folha de S.Paulo, Estado de São Paulo, Opinião e Rolling Stone, no Brasil; New York Times Syndicate, Escape e Beat, nos Estados Unidos; Le Film Français na França; Follow Me, HQ e Cinema Papers na Austrália. De 1992 a 1995, Ana Maria foi a chefe do escritório de Los Angeles da revista inglesa Screen International, e, de 1996 a 2002, representante, produtora, e correspondente da rede Telecine e da Rede Globo em Los Angeles.

Como autora, em 2012 lançou Como Ver um Filme, pela Nova Fronteira, em 2006 lançou Almanaque dos Anos 70 (Ediouro, 2006) – um, dos maiores best sellers do ano – e a nova edição de Nada Será Como Antes (original da Civilização Brasileira, 1979; Senac Rio, 2006). Seus demais títulos são Jimi Hendrix: Domador de Raios (Brasiliense, 1980; Pazulin, 2006); América de A a Z (Objetiva, 1993); A Luz da Lente (Editora Globo, 1998); Anos 70 (antologia de ensaios, Funarte, 1979; Aeroplano/Senac Rio 2005); e a tradução brasileira de Dispatches, de Michael Herr (Objetiva, 2005). Ela é autora do argumento e co-roteirista e coprodutora do filme 1972, lançado em novembro de 2006 pela Buena Vista.

“Vida Modelo”, a biografia autorizada do agente de modelos John Casablancas, foi lançada em novembro pela Agir, e sua entrevista com Francis Ford Coppola sobre “O Poderoso Chefão III” foi incluída na obra da Taschen, lançada em dezembro de 2008. Ana Maria colabora com o site de viagens americano Indagare.com, dá palestras e cursos sobre cinema e música em todo o país e está trabalhando em seu segundo projeto como produtora cinematográfica.

 

Cursos já ministrados com Ana Maria Bahiana


Voltar


Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO