• Informações
  • Início: 03/02/2020
  • Duração: 3 encontros
  • Dias: Segundas-Feiras
  • Horário: das 20h às 22h
  • Valor: 3x de R$185,00
 

Religião

A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo

com Rafael Rodrigues da Costa

Atenção: este curso é ministrado presencialmente na Casa do Saber (rua dr. Mario Ferraz, 414, São Paulo). Caso queira acompanhar via internet, consulte a área “Ao Vivo/ On-line” do site. A matrícula na turma presencial não possibilita o acesso à versão on-line do curso e vice-versa.


A Reforma Protestante é muito mais do que uma cisão na Igreja Cristã. Desde a divulgação das 95 teses de Lutero, não apenas surgiu um novo movimento no cristianismo como também uma nova forma de enxergar o mundo: reis foram destronados, burguesias do mundo todo ganharam projeção política, sem contar com toda uma nova ética de trabalho introduzida no Ocidente graças ao racionalismo protestante. Mudanças tão radicais que é até difícil imaginar como seria o nosso dia-a-dia sem a luz (ou a sombra) da Reforma. Os encontros tratam dos motivos que fizeram com que homens como Lutero, Zuínglio e Calvino se revoltassem contra o tradicionalismo romano em nome da autoridade das Escrituras, desbravar os dilemas enfrentados na formulação de uma nova teologia e as consequências dessas transformações na política, economia e sociedade do Ocidente. 




Rafael Rodrigues da Costa

Rafael Rodrigues da Costa é mestrando em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo ...
  • 1
    03/02 O contexto histórico da Reforma A Reforma Protestante não se explica apenas a partir da insubordinação de Lutero em 1517. Eventos antecedentes já sugeriam um solo fértil para uma revolução na cristandade, seja do ponto de vista econômico (o colapso do feudalismo e emergência do capitalismo), político (o nascimento dos Estados absolutistas) e científico (com o advento do Renascimento). Essa primeira aula, portanto, se dedica a compreender como essas mudanças de longa duração na História ajudam a ilustrar como a Reforma Protestante estava relacionada aos anseios de estratos influentes da população europeia.

  • 2
    10/02 A Reforma Protestante e seus impactos O impacto da divulgação das 95 Teses de Lutero na igreja do Castelo de Wittenberg foi quase imediato. Para os teólogos, a Reforma significava uma mudança da autoridade em torno das Escrituras. Para os nobres, era a possibilidade de retirar o poder de Roma e criar uma Igreja nacional. Os interesses convergiam para uma movimentação continental, que em maior e menor grau atingiria todos os países da Europa e, consequentemente, o mundo todo. Por outro lado, um movimento dessa magnitude não aconteceria sem a forte resistência da poderosa Igreja Católica, que não mediu esforços para frear o avanço protestante seja por meio da teologia como pela guerra. Nessa aula, apresentaremos os principais movimentos nascidos da Reforma (luteranismo, calvinismo, puritanismo, anglicanismo e anabatistas), além da Contrarreforma católica (o Concílio de Trento e jesuítas) e como essas correntes influenciaram nas mudanças ocorridas na Europa e suas colônias durante os séculos 16 e 19.

  • 3
    17/02 O protestantismo no Brasil A expansão do protestantismo também atingiu os países do Novo Mundo. Consequência do colonialismo, a América foi uma peça fundamental tanto na evolução da Reforma como na resistência do Catolicismo às novas fés protestantes. Nessa aula, trataremos de apresentar em especial como essas batalhas foram travadas no Brasil desde a era das Grandes Navegações e como elas ajudam a entender os principais movimentos religiosos dos dias atuais como o pentecostalismo, a Bancada Evangélica, entre outros.


    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$555,00
2 x R$277,50
3 x R$185,00

Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO