JÁ FOI
  • Informações
  • Início: 09/05/2015
  • Duração: 4 encontros
  • Dias: Sábado
  • Horário: das 11h às 16h
  • Valor: R$ 640,00
  • Observações: Das 11h às 13h e das 14h às 16h
 

Mente

A Neura da Crise

Como a neurociência explica o comportamento em situações extremas
com Claudia Feitosa-Santana O principal objetivo da neurociência é entender o funcionamento da mente humana em suas mais diversas potencialidades, de como a percepção e as simples decisões ocorrem no plano individual às decisões complexas e coletivas que definem a economia de um país. A compreensão desses comportamentos passa necessariamente pelo entendimento de como o cérebro foi projetado pela evolução, gerando mais subsídios para entender as questões e contradições do homem na sociedade contemporânea como, por exemplo, a crise da água em São Paulo. Os encontros fazem uso dos estudos neurocientíficos como instrumento para entender a economia do comportamento e têm por missão desvendar os mecanismos por meio dos quais o ser humano se comporta no mundo e participa de sua construção e/ou desconstrução.

Claudia Feitosa-Santana

Com pós-doutoramento em neurociências integradas pela University of Chicago, é doutora em neuroci...
  • 1
    09/05 Egoísmo, altruísmo, cooperação
    O entendimento das bases biológicas do egoísmo, do altruísmo e, da cooperação são necessários tanto para compreender a genética do comportamento humano quanto para construir uma sociedade melhor.
    Das 11h às 13h


  • 2
    09/05 Economia do comportamento e a relatividade da honestidade
    O homem é um animal relativamente desonesto e a única forma de prevenir desastres desnecessários é entendendo o contexto no qual a desonestidade se estabelece, assim como a prevenção da mesma.
    Das 14h às 16h


  • 3
    16/05 Mecanismos do comportamento em crise.
    O comportamento dos animais, incluindo o homem, em situações de crise é estabelecido de acordo com os mecanismos de seleção estabelecidos em sua espécie, da seleção individual a seleção de grupo, passando pela seleção por parentesco.
    Das 11h às 13h


  • 4
    16/05 Empatia: do dilema do pacifista ao altruísmo efetivo
    Apesar da visão romântica que evoca uma nostalgia do passado, o ser humano é hoje muito menos violento e sente muito mais compaixão. Entendendo como o ser humano teve sua empatia expandida, é possível entender quais mecanismos se fazem necessários para o estabelecimento de uma sociedade mais evoluída.
    Das 14h às 16h


Especial

Ciência Psicodélica: A Fronteira dos Transtornos Psíquicos com Vários professores


Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO