JÁ FOI
  • Informações
  • Início: 06/12/2017
  • Duração: 7 encontros
  • Dias: Segunda-Feira, Quarta-Feira, Sexta-Feira
  • Horário: das 20h às 22h
  • Valor: 5x de R$266,00
 

Ao Vivo | On-line

Tecnologia, Gestão e Negócios: Admirável Mundo Novo | On-line

Transmissão via internet
com Diego Barreto

Atenção:


1. O curso "ao vivo| on-line" é a transmissão via internet de um curso realizado presencialmente na Casa do Saber. Certifique-se de que seja essa a sua intenção e matricule-se na turma correta. A inscrição nas turmas virtuais não possibilita o acesso às turmas presenciais e vice-versa. 


2. Você pode assistir às aulas de onde estiver no momento exato em que acontecem, ou em até um mês após sua transmissão, quantas vezes quiser e quando quiser. Após esse prazo, no entanto, o vídeo da aula sai do ar irrevogavelmente.


Novas tecnologias surgem todos os dias. A maioria delas nascem em nichos de mercado, se desenvolvem, ganham escala e tomam seu espaço, para então transformar uma indústria inteira. Quando isso acontece o modelo mental de atuação de um setor passa não servir mais. Eis que uma nova ordem se estabelece, novos líderes emergem e um novo ciclo se inicia. Essa mudança, ponte entre o velho e o novo, o analógico e o digital, deixa órfãos em todas as esferas da economia e normalmente não olha para trás. 


O que há em comum entre o iPhone, iPad, Kindle, Uber, Android, WhatsApp, Airbnb, Spotify, Instagram, Snapchat, 4G e Bitcoin? Nenhum deles existia há uma década


 De acordo com o professor de Yale, Richard Foster, o tempo médio de vida de uma empresa no índice S&P 500 – que mede as ações mais importantes para o mercado mundial – é de apenas 15 anos hoje (e a previsão é que em 2020, mais de 75% das companhias do S&P 500 serão desconhecidas do público atual). No Reino Unido apenas 10% das companhias que estavam listadas nas cem mais importantes da Bolsa de Londres há 30 anos ainda existem. Empresas como Amazon, EBay, Uber, B2W, Nubank, iFood e Alibaba não podem ser reduzidas a "empresas digitais" - elas são as novas empresas.


 Serão dias difíceis, porque não basta ter a nova tecnologia para se manter vivo. É necessário praticar um “suicídio analógico”, substituindo o que sempre funcionou pelo investimento em uma hipótese a respeito de como as coisas serão. É necessário atrair novas pessoas, criar uma nova cultura e apostar alto na criação de laços fortes de relacionamento com consumidores e fabricantes. Além disso, também é preciso aprender a lidar com uma indústria digital que certamente assumirá um papel mais atuante frente aos consumidores e ocupará parte do espaço das empresas atuais. Os encontros explorarão o contexto que gera este fenômeno em diversos setores da economia.


Diego Barreto

Mestre pelo IMD (Suíça), com foco em estratégia e liderança, é especialista em finanças pela Fipe...
  • 1
    06/12 Contextualização, empreendedorismo e e-Commerce
    (Presença do Podcast Código Aberto)


  • 2
    08/12 Educação: Escola ensina comportamento e não mais tabuada
    (Presença do Colégio Bandeirantes)


  • 3
    11/12 Fintechs: café com o gerente não funciona - ninguém irá mais à agência
    (Presença da startup iopass e Rebel)


  • 4
    13/12 Logística: em um país pobre em infraestrutura, colaboração faz diferença em preço e tempo
    (Presença da startup Rappido e CargoX)


  • 5
    15/12 Saúde: cadê minha informação? Armazenar para cuidar
    (Presença da startup Livance)


  • 6
    18/12 Entretenimento: acabaram as filas e a chuva. Experiência é o que conta
    (Presença da Ingresso Rápido)


  • 7
    20/12 Varejo: esqueça o espaço físico bonito, o mundo fala sobre desintermediação
    (Presença da startup Menu)



    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$1.330,00
2 x R$665,00
3 x R$443,33
4 x R$332,50
5 x R$266,00

Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO