JÁ FOI
  • Informações
  • Data 28/09/2017
  • Duração: 1 encontro
  • Dia: Quinta-Feira
  • Horário: das 20h às 22h
  • Valor: R$ 190,00
 

Ao Vivo | On-line

1917, Cem Anos Depois | On-line

Transmissão via internet
com Pedro Paulo de Sena Madureira

 


Atenção:


1. O curso "ao vivo| on-line" é a transmissão via internet de um curso realizado presencialmente na Casa do Saber. Certifique-se de que seja essa a sua intenção e matricule-se na turma correta. A inscrição nas turmas virtuais não possibilita o acesso às turmas presenciais e vice-versa. 


2. Você pode assistir às aulas de onde estiver no momento exato em que acontecem, ou em até um mês após sua transmissão, quantas vezes quiser e quando quiser. Após esse prazo, no entanto, o vídeo da aula sai do ar irrevogavelmente.


Os personagens que movem o mundo hoje não surgiram do nada. Pelo contrário, foram resultados de um complexo conjunto de fatos que começaram a desabrochar há um século. O encontro apresenta os fatídicos acontecimentos de 1917 e como cada um se desenvolveu e se relacionou com os demais para formar a estrutura do mundo tal qual se estabelece hoje. Além disso, mostra o caminho para entender as mudanças de poder do cenário atual, demonstrando que para isso é imprescindível conhecer quem vinha ocupando essas posições até então e como eles chegaram até lá. 


Se o evento mais memorável associado a 1917 é a Revolução Russa, esse ano marcou também a consolidação dos Estados Unidos como líder do Ocidente, ofuscando a Europa após sua entrada na Primeira Guerra Mundial e denunciando o primeiro sintoma de uma nova geopolítica, consagrada ao final Segunda Grande Guerra. A cultura vivia o apogeu das vanguardas, em um movimento iniciado por Cézanne e os impressionistas, passando por Picasso e Braque com o cubismo e desaguando no movimento dadaísta, com A Fonte, de Marcel Duchamp (exibida em 1917), abrindo caminho para o surrealismo. No Brasil, em meio à polvorosa ao redor do mundo e no próprio território, com a primeira greve geral em São Paulo, liderada por anarquistas (o Partido Comunista Brasileiro surgiria apenas em 1922), Manuel Bandeira publicou Cinza das Horas, tornando-se um poeta admirado por todos, e Anita Malfatti realizou sua primeira exposição, ambos como um prenúncio do movimento modernista, cinco anos antes da Semana de Arte Moderna, tudo isso transformando irreversivelmente a República Velha.


Pedro Paulo de Sena Madureira

Um dos mais proeminentes editores brasileiros entre a década de 1970 e o começo dos anos 2000. La...
  • 1
    28/09 Para entender o mundo, entenda 1917


    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$190,00

Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL
APOIO