JÁ FOI
  • Informações
  • Data 28/10/2017
  • Duração: 1 encontro
  • Dia: Sábado
  • Horário: das 11h às 13h
  • Valor: R$ 0,00
  • Observações: Inscrições gratuitas pelo site, exclusivamente. Vagas limitadas e sujeitas à lotação do espaço.
 

Lançamento

“Salmo”, de Friedrich Gorenstein

Lançamento e bate-papo
com Daniela Mountian, Irineu Franco Perpetuo e Moissei Mountian

Casa do Saber, a editora Kalinka e a editora Hedra convidam para o lançamento de Salmo, romance-meditação sobre os quatro flagelos do Senhor (Kalinka, 2017), de Friedrich Gorenstein (1932-2002). No encontro, a editora Daniela Mountian conversará com os tradutores, Moissei Mountian e Irineu Franco Perpetuo, sobre o autor e a obra. A manhã finaliza com a exibição de trechos do documentário Friedrich Gorenstein – he knew all about Russia (2016), de Yuri Veksler (em russo, com legendas em inglês). 


Em Salmo (1975), Gorenstein constrói uma trama fantástica e original baseada na passagem do Anticristo pela URSS entre 1933 e 1973. Ao longo de 40 anos, o Anticristo é testemunha de momentos decisivos da história soviética, como a fome nos anos 1930, a invasão dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, a evacuação, o pós-guerra, a censura stalinista dos anos 1950. Estruturado em cinco partes, ou parábolas, o livro retrata quatro grandes flagelos divinos: a fome, a espada, a luxúria e a doença, vividos por personagens vívidas e tocantes, como a jovem e melíflua Maria, nascida em uma pequena aldeia da Ucrânia, e Ánnuchka, da cidade de Rjév.  Seguindo a tradição de autores como Thomas Mann, em José e seus irmãos, e Mikhail Bulgávov, em Mestre e Margarida, Gorenstein utiliza passagens bíblicas como base de seu enredo, mas o faz à sua maneira: transporta-as diretamente para o século 20. Em seu projeto mais ambicioso, o autor certamente também delineia uma polêmica com Dostoiévski ao eleger o Anticristo como seu herói, mas este não surge como inimigo de Cristo, mas como seu irmão.


Sobre o autor: O escritor, dramaturgo e roteirista Friedrich Gorenstein (1932–2002) nasceu em Kíev, na URSS, emigrando para Berlim em 1980. Autor, entre outros, da peça Discussões sobre Dostoiévski (1973) e do romance O lugar (1976), Gorenstein foi finalista do prêmio Booker Prize (Rússia) em 1992. Com Andrei Tarkóvski, assinou os roteiros de Andrei Rublióv (1966) e Solaris (1972), além de A escrava do amor (1975), filme de Nikita Mikhalkóv.


 


 



Daniela Mountian

Editora da Kalinka, tradutora, designer e doutora pelo Programa em Literatura e Cultura Russa pel...

Irineu Franco Perpetuo

Jornalista, colaborador da revista Concerto, do jornal Folha de S,Paulo e jurad...

Moissei Mountian

Nascido na Moldávia (URSS), Moissei Mountian, tradutor e editor da Kalinka, foi indicado duas vez...
  • 1
    28/10 Lançamento e bate-papo
    Com: Moissei Mountian, Irineu Franco Perpetuo e Daniela Mountian


Lançamento

Por que Freud Hoje? com Vários professores

Lançamento

São Paulo nas Alturas com Vários professores

    • Aguarde o carregamento ... Carregando...
Cálculos das Parcelas
1 x R$0,00

Quem Somos Nós?Instagram
PARCERIA
RÁDIO OFICIAL